Teshigawara volta a Chaillot

Desde que tornou-se o novo templo da dança em Paris, o Teatro de Chaillot aposta em cheio na diversidade de estéticas, sem esquecer as grandes estrelas que lá fizeram seu nome. O japonês Saburo Teshigawara é um desses astros. No solo Miroku, ele explora diferentes facetas de um mesmo personagem, com toda a precisão e beleza do gesto que caraterizam sua dança. Entre cenas dignas do desespero das pinturas de Edward Munch e outras de pura abstração plástica, as luzes são, em Miroku, o principal parceiro do coreógrafo-dançarino. Num ambiente todo azul, que evolui entre prisão e céu, Teshigawara transporta o espectador para o torpor e o sonho, mostrando que está no topo da sua arte.

Peça: Miroku
Companhia : Karas
Coreógrafo : Saburo Teshigawara
Quando: 7, 8, 9 e 10 de outubro
Onde: Théâtre National de Chaillot / Festivial d’Automne
Preço: 35 € / 29 €
www.theatre-chaillot.fr
www.festival-automne.com