Cullberg estreia programa com três gerações de coreógrafos

O Cullberg Ballet, que se manteve renovado em seu quase meio século de atuação, começa 2010 com nova diretora artística, Anna Grip. O novo programa da companhia para o novo ano estreia em março e reunirá obras do consagrado Mats Ek (filho de Birgit Cullberg, que fundou o grupo), de Johan Inger, que dirigiu o elenco entre 2003 e 2009, e do novato Alexander Ekman, de apenas 25 anos. De Ek será apresentada uma criação de 1995, She was Black, que se desenrola num ambiente de desintegração ao som do compositor polonês Henryk Górecki. A segunda peça é Negro com Flores, que Inger concebeu em 2005 a partir de elementos como peso e leveza, luz e sombra, para experimentar uma nova escritura coreográfica. Já a obra de Ekman é, na verdade, um filme de 19 minutos de duração. 40 M Under (foto) foi rodado no Instituto Real de Tecnologia de Estocolmo, onde o elenco do Cullberg construiu um tipo de instalação subterrânea. Segundo o jovem coreógrafo, usar o filme como suporte lhe permitiu explorar novas perspectivas de tempo e de imagens e ainda reforçar a personalidade dos bailarinos.

Companhia: Cullberg Ballet
www.cullbergbaletten.se
Coreógrafos: Mats Ek, Johan Inger e Alexander Ekman
Peças: She was BlackNegro con Flores40 M Under

Quando: 5 a 13 de março/10
Onde: House of Dance
www.dansenshus.se