Vídeodanças dirigidas por Camila Venturelli enfocam o gesto no contexto da pandemia

Gestos Barreiras, série de três vídeodanças produzida pelo Laboratório de Manuseio Coreográfico, plataforma de pesquisa e criação sobre as relações entre gesto, cotidiano, memória e coreografia, dirigida pela bailarina e coreógrafa Camila Venturelli, faz temporada de estreia em três sessões, em parceria com a Oficina Cultural Oswald de Andrade. As exibições, abertas, serão pelo canal do YouTube das Oficinas Culturais (veja datas, horários e link abaixo).

Os vídeos, sobre diferentes aspectos do gesto no contexto da pandemia da covid-19, focalizam três estados de um mesmo tempo, organizados em dramaturgias gestuais. O primeiro, Sustentar a falta, ressalta aquilo que aparece na falta, na impossibilidade do fazer, em que a produtividade dá lugar a gestos possíveis entre a sustentação e a desistência. Depois vem Barrar em gestos, que traz a literalidade da ação de barrar, sublinhando aspectos despercebidos na repetição exaustiva – e necessária – do cotidiano. Por fim, Não esquecer dos gestos de acolhimento se volta para a imaginação de outros gestos possíveis que, assim como anticorpos, protejam os corpos de ameaças externas a partir de dentro dos organismos e das casas.

Seja pela paragem, pela repetição ou pela imaginação, a série Gestos Barreiras é uma aposta na sensorialidade do meio audiovisual como modo de criar experiências sensíveis e possíveis.

Camila Venturelli, que coordena e faz direção de movimento, também atua como performer-criadora junto com Leticia Trovijo, Naíra Gascon e Rebeca Tadiello. Dani Lima responde pela colaboração artística e Candice Didonet pela dramaturgia. A captação e edição de imagens está a cargo da Bruta Flor Filmes e a trilha sonora original é de Julia Teles. Após a sessão do último dia haverá um bate-papo aberto ao público com toda a equipe do projeto.

Foto: Divulgação

Sobre Camila Venturelli
Artista da dança, pesquisadora e professora, é graduada em Comunicação das Artes do Corpo pela PUC-SP e é mestre em artes cênicas pela USP. Fundou e coordena, desde 2015, o Laboratório de Manuseio Coreográfico, plataforma de pesquisa e criação interessada nas relações entre gesto, cotidiano, memória e coreografia, com o qual desenvolve uma pesquisa artístico-pedagógica continuada, por meio de performances, videodanças, residências artísticas, grupos de estudo e laboratórios de criação, com a colaboração de artistas e pesquisadores de diferentes áreas. Como bailarina, coreógrafa e preparadora corporal, desenvolve também outros projetos autorais e em parcerias com artistas e companhias.
Gestos Barreiras foi contemplado pelo Edital Proac Expresso Lei Aldir Blanc da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.

Ficha técnica – Concepção: Laboratório de Manuseio Coreográfico. Coordenação geral e eireção de movimento: Camila Venturelli. Criadoras e performers: Camila Venturelli, Leticia Trovijo, Naíra Gascon e Rebeca Tadiello. Colaboração artística: Dani Lima. Dramaturgismo: Candice Didonet. Captação e edição de vídeo: Bruta Flor Filmes. Trilha sonora original: Julia Teles. Designer gráfica: Maria Carolina Marchi. Criação de site: Estúdio Pavio. Consultoria redes sociais: Vitor Dumont. Assessoria deiImprensa: Elaine Calux. Produção: Wesley Mendes.
Direção de produção: Cristiane Klein/Dionísio Produção.

Onde:
YouTube das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo
Quando:
19, 20 e 21 de maio/2021
Quarta, quinta e sexta-feira, 20h
Quanto:
Grátis
Info:

Plataforma de exibição: YouTube das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo
Link de acesso: http://poiesis.org.br/maiscultura/oficinas_culturais/projeto-gestos-barreiras-videodancas/
Sessões abertas, sem necessidade de inscrição.
Dia 21/5 (sexta-feira), após a exibição, haverá conversa aberta ao público com a equipe do projeto.
Classificação indicativa: acima de 16 anos.