São Paulo Companhia de Dança se apresenta no Sesc Guarulhos

Recém-inaugurado (em 11 de maio/2019), o Sesc Guarulhos apresenta a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) em seu teatro, com um programa que reúne três coreografias: Petrichor, Instante e Pivô.

Petrichor (2018): primeira criação de Thiago Bordin para a SPCD, esta coreografia teve como ponto de partida a música de Jóhann Jóhannsson e Wim Mertens. “Quando ouço Mertens começo a imaginar a luz, o figurino, os passos”, diz Bordin, brasileiro que é bailarino solista do Ballet de Hamburgo, na Alemanha. As características dos bailarinos brasileiros foram outra fonte de inspiração para o coreógrafo. “A obra se desenvolveu em diálogo com o elenco. Cada um trouxe uma cor, um caráter forte, marcante, bem diferente do que eu imaginava. E isso acabou por se tornar a parte mais gratificante da obra”. Petrichor é um nome que remete ao cheiro da terra molhada pela chuva. Tem 13 minutos de duração e os figurinos são de Fábio Namatame.

Foto: Divulgação
'Instante'

Instante (2017): criação de Lucas Lima para o Ateliê de Coreógrafos Brasileiros, inspira-se na música On the Nature of Daylight, de Max Richter. Segundo Lima, que é bailarino solista e coreógrafo do Balé Nacional da Noruega, em Oslo, a obra trata de um instante para se encontrar e outro para se perder. “Um instante para decidir, para seguir, voltar, se arrepender”. A coreografia introduz novos impulsos e dinâmicas nos movimentos do balé clássico, dialogando com a contemporaneidade. O figurino é de Fábio Namatame. Duração: 7 minutos.

Foto: Divulgação
'Pivô'

Pivô (2016): Criada para o Ateliê de Coreógrafos 2016, esta coreografia de Fabiano Lima se vale de referências do basquete, do hip-hop e da dança contemporânea. Os figurinos são de Cássio Brasil e o desenho de luz é de Guilherme Paterno. As músicas (gravadas) são de Carlos Gomes: Quem sabe? (1859), cantada por Adriana de Almeida e executada ao piano por Olinda Allessandrini, e Bailado dos Índios da ópera O Guarani (1870), com a Orquestra do Teatro Municipal de São Paulo, sob regência de Armando Bellardi. Duração: 17 minutos.

A São Paulo Companhia de Dança estreou em janeiro de 2008. É um corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa.

Onde:
Sesc Guarulhos
Teatro
Quando:
30 e 31 de maio/2019
Quinta e sexta-feira, 20h
Quanto:
R$ 20, R$ 10 e R$ 6
Info:

Rua Guilherme Lino dos Santos, 1.200, Jardim Flor do Campo, Guarulhos, São Paulo (SP), tel. (11) 2475-5550.

Capacidade do teatro: 349 lugares.

Duração: 40 minutos.

Classificação etária: 12 anos.

Como Chegar:

Ônibus: Quatro linhas passam na rua do Sesc Guarulhos: 233 Cocaia/Cidade Satélite de Cumbica; 356 B Circular Saúde (via Tiradentes); 356 A Circular Saúde (via Taboão); 278 Osasco (Centro) – Guarulhos (Term. Urb. Guarulhos). Outras 15 linhas de ônibus passam na Av. Monteiro Lobato, a 300 metros do Sesc. A 900 metros, fica o Terminal de Ônibus CECAP – de lá, são 12 minutos a pé. Trem: Na Linha 13 (Jade) da CPTM, a Estação Guarulhos CECAP está a 2 km da unidade – são 24 minutos de caminhada, 18 minutos de ônibus ou 5 minutos de carro.

www.sescsp.org.br