Misto de dança e esporte, o espetáculo argentino ‘Um Poyo Rojo’ provoca o espectador para rir de si mesmo e aceitar-se integralmente

Em Un Poyo Rojo, os artistas cênicos Luciano Rosso e Nicolas Poggi utilizam a linguagem corporal como meio para provocar o espectador a rir de si mesmo e aceitar-se integralmente.

Este espetáculo argentino dirigido por Hermes Gaido foi desenvolvido em 2008 por Luciano Rosso e Nicolas Poggi. Em cena, a dupla promove um cruzamento entre dança e esporte, tendo a sexualidade como fio condutor. Acrobacias e humor também integram a linguagem dos artistas.

O espetáculo ainda se vale do que pode ser rotulado como kitsch ou clichê para explorar as possibilidades físicas e espirituais do homem.

Foto: Paola Evelina

Luciano Rosso é formado em diferentes técnicas de dança, trabalhou em cinema e teatro como bailarino e coreógrafo, e tem quase 500 mil seguidores em seu canal no YouTube (https://www.youtube.com/user/loonatiko). De 2006 a 2009, atuou como professor de Experimentação Cênica em Movimento e Percussão Corporal, em San Fernando. Nicolás Poggi é bailarino, professor e coreógrafo, estudou escultura e teatro no Instituto Universitario Patagónico de Artes (IUPA) e dança contemporânea em Bahía Blanca, aprimorando seu talento no atelier do Teatro San Martín, em Buenos Aires. Também dançou com várias companhias argentinas e suas criações incluem AfueraInfiltradosMuteTransformerMonteEl Bobo e Tualet, além de Un Poyo RojoHermes Gaido é graduado pela Academia de Artes de Buenos Aires, onde estudou com Alejandro Saenz, Eduardo Gondell e Paco Redondo. Entre 1989 e 2008 participou de 14 projetos de teatro, cinema e dança, em turnê pelo Brasil, Holanda, Coreia, Síria, Costa Rica, Nicarágua, Colombia, Guatemala, Panamá e Peru. Em 2009 dirigiu a companhia de teatro e música Urraka, juntamente com Luciano Rosso.

Foto: Ishka Michocka

Ficha TécnicaElenco: Luciano Rosso e Nicolás Poggi. Direção: Hermes Gaido. Coreografia: Luciano Rosso e Nicolas Poggi. Produção: T4/Jonathan Zak and Maxime Seuge. Produção no Brasil: Pedro de Freitas / Périplo.

Foto: Ishka Michocka
Onde:
Sala Itaú Cultural
Piso Térreo
Quando:
5 a 8 de setembro/2019
Quinta a sábado às 20h
Domingo às 19h
Quanto:
Grátis
Info:

Avenida Paulista, 149, São Paulo (SP), tel. (11) 2168-1776. Estação de metrô: Brigadeiro.

Capacidade: 224 lugares.

Duração: 60 minutos.

Classificação etária: 14 anos

Interpretação em Libras.

Distribuição de ingressos – Público preferencial: 1h antes do espetáculo (com direito a um acompanhante). Público não preferencial: 1 h antes do espetáculo (um ingresso por pessoa).

Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108.

Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural, 3 h: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 10.

Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

 

Acesso para pessoas com deficiência. Ar condicionado.