Cia. Fragmento de Dança, de São Paulo, faz temporada online de ‘À La Carte’

Nestes tempos de pandemia, o mais recente trabalho da Cia. Fragmento de Dança – À La Carte – será apresentado online, em plataforma Zoom, com acesso gratuito – sempre aos sábados e domingos.

À La Carte estreou em 2019, em um teatro. Em seu processo criativo, os intérpretes-criadores traziam como discussão o depoimento e a experiência de alteridade na cena. Era a relação “eu-outro” que se fazia presente na pergunta sobre o que poderiam construir juntos, considerando as suas diferenças. Relatos pessoais se tornavam gestos do grupo. Tocavam-se, cheiravam-se, esbarravam uns nos outros. Bocas se encontravam, os corpos tentavam ser “outro”.  E o público escolhia, dentro de um cardápio descrito no início da apresentação, os pratos que seriam degustados em forma de dança.

Agora, À La Carte estreia on-line, recriado para uma outra linguagem, outro motivo de ser. O público continua como interlocutor; é ele quem decidirá, por meio de votação ao vivo pela plataforma virtual, quais cenas quer assistir, agora, em forma de danças em vídeo. A pergunta que moveu a pesquisa, um ano depois, ganha novos significados e parece estar mais próxima: “É possível estarmos juntos?”

A partir do preenchimento de um pequeno formulário em https://bit.ly/alacartedigital, o público receberá, no dia escolhido do evento, um link para acesso à plataforma ZOOM, por e-mail e whatsapp.

Foto: Divulgação

Confira os pratos do cardápio que o público escolhe por meio de enquete no Zoom:

Entradas
1 – Selfies matam mais que ataques de tubarões
2 – Borboletas do Brasil causam furacão no Texas

Pratos principais
1 – Ordem e progresso
2 – Justiça tarda e falha
3 – Briga que dói menos

Sobremesas
1 – A vida é uma grande Melancia
2 – Não tem revolução se ninguém puder gozar

Este projeto foi realizado com apoio do Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura.

Cia. Fragmento de Dança:
Com direção de Vanessa Macedo, a companhia foi fundada em 2002, na cidade de São Paulo. Ao longo dos seus 17 anos de existência, foi contemplada pelos principais prêmios e editais de fomento à dança e participou de importantes festivais nacionais. Construiu uma linguagem estética autoral, interessada em discutir performatividade do feminino, gênero, autoimagem e fricção vida e obra. Assuntos como dramaturgia na dança e autodepoimento na cena têm sido especialmente investigados em seus últimos trabalhos, pensando nas relações que memórias e experiências pessoais criam com e no outro.

Ficha técnica – Concepção e direção: Vanessa Macedo. Edição e adaptação audiovisual: André Prado. Criação, produção de imagens e performance: Ana Clara Poltronieri, Cristiano Saraiva, Diego Hazan, Joelma Souza, Júlia Lima, Letícia Mantovani, Maitê Molnar, Thainá Souza, Vanessa Macedo e Vinicius Francês. Pesquisa sonora: André Prado e Vanessa Macedo. Edição de trilha sonora: André Prado. Montagem e masterização trilha sonora: Vinicius Francês. Vozes e instrumentos: Ana Clara Poltronieri, Joelma Souza, Júlia Lima, Letícia Mantovani e Vinicius Francês. Professoras convidadas: Angela Nolf e Paola Higa. Assessoria de imprensa: Eliane Calux. Design gráfico: Gustavo Domingues. Produção executiva: AnaCris Medina.

Foto: Divulgação

 

Onde:
Temporada online – via Zoom
Quando:
11 e 12, 18 e 19, 25 e 26 de julho/2020
Sábados às 20h
Domingos às 18h
Quanto:
Grátis
Info:

Temporada online – via ZOOM
Ingressos no link https://bit.ly/alacartedigital.

Classificação indicativa: livre
Duração: aproximadamente 50 minutos.